quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Votos de Paz e Felicidade para todos!


A Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos da Escola Secundária de Casquilhos deseja a todos os seus sócios e amigos um excelente Natal e um bom Ano Novo.


segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Palestra Controvérsias da Ciência: "Ciclos Cósmicos"

No passado dia 13 de dezembro, a Escola Secundária de Casquilhos teve a honra de receber o Dr. Carlos Augusto* como orador da palestra Controvérsias da Ciência: "Ciclos Cósmicos".

O evento foi organizado pela professora Marília Sobral, do Departamento de Matemática e Ciências Experimentais da ESC, e decorreu pelas 14h30 no Auditório da escola.

O Dr. Carlos Augusto veio falar sobre um tema que o apaixona e cujo estudo afirma ser um hobby pessoal: O terceiro movimento da Terra.

Enquanto para as civilizações modernas o tempo é um conceito linear, ou seja, representa um movimento num só sentido, as civilizações antigas não pensavam assim.

Civilizações completamente diferentes em variadas partes do mundo partilhavam a crença de que o tempo tem uma terceira dimensão, uma dimensão correspondente ao período que o eixo da Terra demora a percorrer todas as casas do zodíaco, ou seja, 26 mil anos. A este terceiro movimento, determinado pela inclinação do eixo da Terra, chama-se Precessão das Idades ou Precessão dos Equinócios.

Esta dimensão determinaria os aspetos qualitativos da vida na Terra e no final de cada ciclo de 26 mil anos haveria um novo começo, isto é, começaria uma nova Idade.
E aqui chegamos ao polémico “fim do mundo” supostamente vaticinado pelos Maias para 21 de dezembro de 2012.

Desenganem-se os nossos alunos que gostariam de não ter mais aulas este ano letivo, pois os Maias não previram o fim do mundo, mas sim o fim de um ciclo (ou Idade).

Esta data assinala o alinhamento da Terra e de outros planetas com o Sol com o centro da nossa galáxia no dia do solstício de inverno, uma conjunção de eventos que só acontece uma vez em cada 26 mil anos, e conhecida como o “Alinhamento Galáctico de 2012”, que marcaria a passagem da Quarta Idade (a nossa Era) para a Quinta Idade.

Tal como o Dr. Carlos Augusto realçou, não está em causa se é verdade ou não, ou mesmo se acreditamos ou não. O que é importante neste tema é a perceção de que os nossos antepassados, vivendo em civilizações completamente independentes e geograficamente afastadas umas das outras, partilhavam uma interpretação comum da vida na Terra!

O Auditório da ESC encheu-se de jovens para ouvir o Dr. Carlos Augusto falar de um tema que nunca foi mais atual!

*Licenciado em Engenharia Física pelo Instituto Superior Técnico; doutorado pela Universidade Católica de Lovaina (KUL), Bélgica (1998). Autor de mais de 20 patentes, várias publicações, e apresentações em várias conferências sobre microeletrónica e sensores de imagem. Atualmente faz Investigação e Desenvolvimento em Microeletrónica e Sensores Eletrónicos de Imagem numa pequena empresa no Silicon Valley, Califórnia, EUA. 

domingo, 16 de dezembro de 2012

8.º A cria jogos em Scratch


Apresentação aos Encarregados de educação de jogos em Scratch

Já desde o ano letivo passado que a escola está envolvida no projeto EduScratch, que tem como meta principal promover a utilização do Scratch (linguagem gráfica de programação) em ambiente escolar e fomentar o trabalho em equipa.

O Scratch é uma linguagem de programação acessível e com enormes potencialidades no desenvolvimento da criatividade e do raciocínio científico.

Assim, no âmbito do iTEC (Innovative Technologies for an Engaging Classroomitec.eun.org), a professora Sílvia Machado e a turma do 8º A continuaram este ano o projeto de desenvolver jogos didáticos para auxílio na aprendizagem do programa da disciplina de Matemática, desta vez incidindo sobre os números racionais.
O projeto envolve ainda a criação de um blogue para cada grupo, onde os alunos registam reflexões sobre o desenvolvimento do projeto.

Mais uma vez, os encarregados de educação dos alunos desta turma tiveram a oportunidade de ver o resultado do trabalho realizado ao longo do 1º período, na apresentação dos cinco jogos construídos em Scratch durante as aulas de matemática que se realizou no passado dia 13 de novembro, pelas 18h30, no Auditório da Escola Secundária de Casquilhos.

No portal do SAPOScratch podem ver-se todos os jogos realizados, que serão ainda aperfeiçoados pelos seus programadores.

Deixamos aqui os acessos diretos aos jogos construídos pelo 8º A.

Grupo azul:








Números Racionais 4:









Grupo5:








Peixinhos firework:










System failure:





Parabéns por um excelente trabalho!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Espírito Natalício e de Solidariedade na ESC!


O presépio no Bar dos Alunos, realizado
 pela turma 12º F de Design Gráfico

Os alunos da Escola Secundária de Casquilhos não deixaram por mãos alheias a celebração deste Natal.

Galeria d'Arte alusiva ao Natal, com decoração
realizada pelo 11º G, que contou com a ajuda
 do 7º A para fazer os flocos de neve.



Para além das decorações natalícias feitas e montadas pelos alunos, foi realizada uma campanha de angariação de chocolates para oferecer às crianças carenciadas apoiadas pela Associação NÓS (secção de acompanhamento e apoio às famílias beneficiárias do RSI).





Sob o lema Alimenta este direito!, a ESC propôs-se recolher 250 chocolates para distribuir a essas crianças na Festa de Natal organizada pela Associação NÓS que se realizará no próximo dia 20 de dezembro na Sociedade «Os Penicheiros», no Barreiro.

Com o apoio dos alunos, das suas famílias e do pessoal da escola, a ESC conseguiu recolher mais de 340 chocolates! Quantidade muito superior à prevista e que permitirá à Associação NÓS dar um miminho a outras crianças apoiadas por aquela instituição.

A turma que conseguiu recolher mais chocolates foi o 10º B, tendo assim ganho o título de Turma Solidária da ESC.

Toda a comunidade educativa da Escola Secundária de Casquilhos está de parabéns pelo ótimo resultado desta campanha de solidariedade!











Para acompanhar mais de perto as atividades da ESC, visite a sua página de Facebook.


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Duas datas muito especiais para a Humanidade


No âmbito do projeto Comenius "Diferentes culturas, diferentes ideias, os mesmos direitos humanos na voz dos alunos", a Escola Secundária de Casquilhos comemorou duas datas muito especiais para a Humanidade.




20 de novembro: Dia da adoção da Convenção sobre os Direitos da Criança pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas

10 de dezembro: Dia da adoção da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas



Para comemorar a Convenção sobre os Direitos da Criança, os alunos do ensino básico puderam participar num concurso de marcadores de livros alusivos ao tema. 

Os melhores receberam um pequeno prémio, para recompensar e estimular o seu empenho e criatividade.

Os marcadores foram expostos na Biblioteca da Escola e podem ser vistos no site do projeto. (clicar no link)

Na comemoração do Dia Internacional dos Direitos Humanos, os alunos da turma 12º F (curso profissional de design gráfico) foram desafiados a criar cartazes de promoção dos direitos humanos relacionados com a educação para a saúde, sob o tema "Sou criança tenho direito a...".
A fotografia foi a base para o desenvolvimento dos trabalhos, e o resultado final está exposto no Bar dos alunos, na ESC.

Para Ver e Refletir!








sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Dia Internacional da Convenção para os Direitos das Crianças

No passado dia 20 de novembro comemorou-se mais um Dia Internacional da Convenção para os Direitos das Crianças.

Para assinalar a data, o Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental da Associação NÓS (CAFAP) e a Escola Secundária dos Casquilhos convidaram a comunidade para um momento de partilha e debate sobre os Direitos da Criança.

O evento Proteger realizou-se na passada terça-feira, dia 20 de novembro, pelas 21 horas, no Salão Principal da S.D.U.B Os Franceses e contou com a presença de membros do CAFAP e de outras valências da Associação NÓS, de alunos, professores e encarregados de educação da ESC, de membros da CPCJ do Barreiro e da associação cultural “Os Filhos de Lumière”, entre outros.

Foram projetadas três curtas-metragens, realizadas por alunos da Escola Secundária dos Casquilhos no âmbito do Projeto Comenius "Direitos Humanos e Literacia Digital para Jovens Europeus", alusivas aos Direitos da Criança, às quais se seguiu uma reflexão conjunta sobre os artigos 2.º e 19.º da Convenção dos Direitos da Criança.
A abertura do evento esteve a cargo da Dr.ª Guida Mendes, do CAFAP, e do professor Jorge Gonçalves, diretor da Escola Secundária dos Casquilhos.



A Dr.ª Guida Mendes salientou a qualidade do projeto e do trabalho realizado pelos alunos da ESC, manifestando o prazer e a honra que foi para o CAFAP poder celebrar o Dia Internacional da Convenção para os Direitos das Crianças mostrando e refletindo sobre o resultado desse trabalho. Deu ainda os parabéns aos alunos por terem conseguido representar tão bem os artigos 2.º e 19.º da Convenção dos Direitos da Criança, salientando o caráter preventivo do Projeto Comenius: estes jovens tiveram que refletir sobre esta problemática e ficaram, seguramente, mais conscientes dela e da forma como poderão, no futuro, ajudar outras crianças.



O professor Jorge Gonçalves elogiou a criatividade e a originalidade dos vídeos produzidos, bem reconhecidas pelos restantes países parceiros do Projeto Comenius "Direitos humanos e Literacia Digital para Jovens Europeus". Acrescentou que, numa escola tão multicultural como a ESC, faz todo o sentido participar neste tipo de projetos que obrigam os alunos a trabalhar com pessoas de diferentes nacionalidades e culturas.

Vários alunos quiseram falar sobre a sua experiência neste projeto, sobretudo sobre a reflexão que os obrigou a fazer, notando-se o orgulho de todos pelo resultado final do seu esforço e empenho.


O professor Renato Albuquerque, da Escola Secundária dos Casquilhos, fez questão de louvar a forma como os alunos se expuseram para transmitir a mensagem desejada, saindo da sua zona de conforto, deixando de lado a timidez e tornando-se verdadeiro atores.

Mais uma vez a APEE da Escola Secundária dos Casquilhos tem o prazer e o orgulho de divulgar no seu blogue o trabalho realizado por alunos e professores da ESC, não podendo deixar de agradecer ao CAFAP e à Associação NÓS pelo interesse demonstrado por esse trabalho e pela oportunidade que proporcionou de o mostrar à comunidade do Barreiro.


Os três filmes visionados estão todos publicados no site do projeto e foram “O Sonho de Lara, realizado pelo coletivo do 10º A em parceria com Os Filhos de Lumière no ano letivo de 2011/2012, “O Outro Lado, realizado pelo coletivo do 10º C em parceria com Os Filhos de Lumière no ano letivo de 2011/2012, e “Nothing”, realizado pelas alunas Marta Silva e Sofia Marques do 12º E no ano letivo de 2011/2012. (clique nos links para visionar os filmes)


Todos "filmes inteligentes", como referiu a professora Cristina Ramalho, coordenadora do projeto  Comenius "Direitos Humanos e Literacia Digital para Jovens Europeus", que vale a pena ver e rever!


Para além destes três filmes, os alunos envolvidos neste projeto produziram muitos outros vídeos, que pode ver no site do projeto(clique no link para ver os vídeos)

Também pode ver mais fotografias do evento no álbum publicado na página de Facebook da ESC. (clique no link para ver as fotos)

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

O que pode estar por trás do comportamento de uma criança


Antes de chamar uma criança de preguiçosa ou desatenta, reflita sobre o que pode estar por trás do seu comportamento


No dia 8 de novembro, pelas 21h00, a Escola Secundária de Casquilhos teve o prazer de receber o Dr. Nuno Lobo Antunes como palestrante da sessão “Insucesso Escolar”.
Professora Isabel Lopes (Coordenadora do PES da ESC), Dr. Nuno Lobo Antunes, Professor Jorge Paulo Gonçalves (Diretor da ESC) 

Este evento foi promovido pelo Projeto de Educação para a Saúde da ESC e contou com o apoio da Associação de Pais e Encarregados de Educação para a sua divulgação, tendo trazido à Escola Secundária de Casquilhos elementos de várias instituições de ensino e de saúde do concelho do Barreiro.

Embora haja a tendência para pensar que estas patologias são recentes, ou seja, das sociedades modernas, o que se passa é que são mais frequentemente diagnosticadas, não tendo necessariamente uma maior ocorrência comparativamente ao passado. Na sociedade moderna há uma série de fatores que revelam estas patologias que antes passavam despercebidas: as famílias têm menos filhos, o que permite prestar mais atenção a cada um deles; o percurso escolar é mais longo e mais competitivo, tornando evidentes as “incapacidades” de algumas crianças; o sucesso escolar tornou-se preponderante para assegurar o futuro profissional dos jovens e as notas académicas são frequentemente consideradas como o reflexo da competência ou incompetência dos pais e educadores, o que leva a uma maior preocupação por parte destes relativamente às eventuais causas do insucesso escolar. As famílias estão, portanto, mais atentas.

Ao realizar estas sessões, o Dr. Nuno Lobo Antunes assume a tarefa de ajudar as famílias e os educadores a identificar situações em que possa existir uma patologia de âmbito neurológico, possibilitando o seu diagnóstico atempado e a minimização das suas consequências. Estando devidamente informados e atentos, os pais e educadores poderão interagir com estas crianças de forma mais adequada, impedindo a escalada de sentimentos que podem ter consequências muito negativas na sequência da perda de autoestima e da sensação de incompetência.

Foram então apresentadas quatro patologias que impedem o sucesso escolar na forma em que o conhecemos, ou seja, impedem a obtenção de “boas notas”. 
Fica aqui um breve resumo daquilo que foi transmitido sobre cada uma dessas patologias, na expetativa de que possa alertar e sensibilizar outros intervenientes na educação das crianças para além daqueles que tiveram a possibilidade de assistir a esta sessão.

Défice cognitivo: o QI da criança é igual ou inferior a 70. A idade mental da criança é inferior à sua idade biológica e este afastamento torna-se mais evidente à medida que a idade avança, tendo, por isso, impactos distintos ao longo das fases de desenvolvimento. Nestes casos é importante considerar currículos escolares alternativos, pois as competências que uma criança com défice cognitivo pode adquirir serão sempre muito inferiores às dos seus pares. Para os pais, o aspeto mais difícil nesta patologia poderá ser o de conseguir o equilíbrio ideal entre dar à criança a proteção necessária e permitir-lhe a liberdade suficiente para a experimentação, em especial na fase da adolescência.

Défice de atenção com ou sem hiperatividade: Nos rapazes, o DA ocorre maioritariamente associado à hiperatividade, mas nas raparigas acontece o contrário. Isto causa um atraso de 2 a 3 anos no diagnóstico do DA no caso das raparigas. 5 a 7 por cento da população escolar sofre de défice de atenção. A hiperatividade desaparece na fase da adolescência, mas não significa que o DA também desapareça. O défice de atenção e hiperatividade pode ter impactos muito significativos, como o aumento da incidência de acidentes nestas crianças, o divórcio frequente dos pais e o maior risco de consumo de drogas. Não havendo um marcador biológico que permita a identificação desta patologia, o diagnóstico é clínico, sendo fundamental o papel dos professores na avaliação: esta criança tem ou não mais dificuldade em se focar numa tarefa que lhe exija esforço mental do que as crianças da mesma idade? De uma forma geral, pode dizer-se que existe um DA quando provoca sofrimento na criança e a impede de atingir o seu potencial de desenvolvimento e aprendizagem. Tendo em conta a dimensão dos impactos negativos desta patologia, deve ponderar-se o tratamento farmacológico.

Síndroma de Asperger: As crianças com esta patologia apresentam grandes dificuldades na interação social. São muito bons alunos nas disciplinas de que gostam e muito maus nas que não lhes suscitam interesse. Têm interesses limitados que vão variando ao longo do seu desenvolvimento; os seus comportamentos são rotineiros; apresentam peculiaridades do discurso e da linguagem, usando muitas vezes vocabulário elaborado; têm dificuldade para entender a linguagem subjetiva e as emoções; apresentam descoordenação motora; interrompem as conversas e não percebem quando estão a maçar ou a ser inconvenientes. Estas crianças são frequentemente vítimas de bullying, pois tendem a isolar-se dos seus pares. Têm dificuldade em construir amizades, uma vez que os seus interesses diferem dos das restantes crianças da mesma idade. O seu raciocínio é predominantemente lógico e, por isso, necessitam de muito apoio para a compreensão de conceitos abstratos e do comportamento adequado para cada situação/interação social.

Dislexia: As crianças disléxicas apresentam um conjunto alargado de dificuldades de aprendizagem dos processos de leitura e escrita de origem neurológica. A escrita surge com muitos erros ortográficos, com trocas fonológicas e/ou lexicais e os resultados escolares não são condizentes com a capacidade intelectual. Estas crianças tende a apresentar melhores resultados nas avaliações orais do que nas escritas. Sentem-se muitas vezes frustradas por não conseguirem atingir o seu potencial ou por não conseguirem corresponder às expetativas dos pais e educadores, apresentando uma baixa autoestima. É fundamental um diagnóstico precoce e uma intervenção adequada por parte de pais e educadores.

Avaliar antes de julgar!


Citando as palavras do Diretor da ESC, o professor Jorge Paulo Gonçalves, “agradecemos a todos os que, a meio da semana, à noite, se deslocaram à Escola Secundária de Casquilhos para assistir a esta sessão” e que encheram a nossa Biblioteca.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Comenius leva a ESC à Eslováquia!


Acabámos de assistir ao desabrochar de um novo projeto Comenius envolvendo professores e alunos da Escola Secundária de Casquilhos, mas enquanto esse acabava de nascer, outro já dava frutos na Eslováquia.


No âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida 2007-2013, cujo objetivo geral é desenvolver e promover os intercâmbios, a cooperação e a mobilidade, a fim de que os sistemas de ensino e formação europeus passem a constituir uma referência mundial de qualidade, iniciou-se em outubro de 2011 o projeto Direitos Humanos e Literacia Digital para Jovens Europeus

Este projeto tem a duração de dois anos e envolve seis países europeus (Eslováquia, Espanha, Itália, Polónia, Portugal e Turquia).

Assim, na semana de 8 a 14 de outubro de 2012, os alunos André Neves e Beatriz Alves do 11º A e Paulo Rangel do 10º D, acompanhados pelas professoras Cristina Ramalho e Carla Diogo, viajaram até Prešov, na Eslováquia, onde realizaram diversas atividades organizadas pela Escola Secundária Pavla Petra Godjdiča no âmbito da quarta mobilidade deste projeto. Como é habitual nos projetos do Programa Comenius, os alunos participantes, portugueses e dos restantes países parceiros, ficaram alojados em casa de famílias eslovacas.

Os professores coordenadores tiveram assim a oportunidade de avaliar o primeiro ano do projeto e de estabelecer o plano de trabalho para o segundo ano, tendo delineado estratégias para dinamizar o site do projeto na plataforma eTwinning.

Os alunos foram distribuídos por três equipas internacionais, compostas por alunos dos seis países participantes, que escreveram os guiões dos vídeos que vão ser filmados em Portugal (porque em abril de 2013 será a vez da ESC ser anfitriã). Cada guião aborda um artigo da Convenção dos Direitos da Criança, livremente escolhido pelos alunos de cada equipa. Todas as equipas contaram com o apoio de dois professores de diferentes nacionalidades.
A principal atividade deste projeto consiste na criação de vídeos até cinco minutos sobre artigos da Convenção dos Direitos da Criança. Os vídeos já elaborados ao longo do ano passado pelos alunos da ESC podem ser visionados no site do projeto.

Mais uma vez os nossos alunos se destacaram dos restantes, tendo sido bastante elogiados pelo excelente nível de Inglês, pela capacidade de trabalho e pela forma como facilmente se integraram. Foram estes três alunos que lideraram as suas equipas.

Mas o Programa Comenius também tem como objetivo a partilha de culturas e de saberes, por isso houve ainda tempo para algumas atividades culturais.
Foram visitados alguns monumentos emblemáticos da região, como a Igreja de São Nicolau e a Fonte de Neptuno em Prešov, a Catedral de Santa Isabel e Antiga prisão medieval Miklos em Košice (Capital Europeia da Cultura em 2013), a Igreja Gótica de São Tiago em Levoča, as Termas de Bardejov e o Museu a Céu aberto em Bardejov e o Castelo de Stará Ľubovňa em Stará Ľubovňa.
São também de destacar as visitas ao Castelo de Spiš (Património Mundial da UNESCO) e ao parque natural das Montanhas Tatra.

Uma experiência inesquecível
e enriquecedora!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Eleitos os órgãos sociais da Associação de Pais e Encarregados de Educação da ESC

Na Assembleia Geral Ordinária da Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos da Escola Secundária dos Casquilhos, realizada do passado dia 19 de outubro, foram eleitos os órgãos sociais (Lista A) e foi aprovado o programa de atividades para o mandato de 2012/2013.




sábado, 20 de outubro de 2012

Visita de estudo no âmbito do 1º encontro do projeto Comenius:


Diferentes culturas, diferentes ideias, os mesmos direitos humanos na voz dos alunos


O projeto Comenius trouxe a Portugal 11 professores de nacionalidades, turca, polaca e italiana.
Ao longo de uma semana de trabalho para planificação e definição das estratégias e atividades a desenvolver em cada escola (país), houve ainda tempo para algumas atividades de cariz cultural.

Assim, para além do almoço na antiga estação de tratamento das ostras no Rosário (Moita) e de uma visita guiada à Quinta da Bacalhôa, em Azeitão, realizados no dia 17 de outubro, os professores visitantes puderam ainda ir a Lisboa e a Sintra no dia 18 de outubro.

Os alunos do 8.º A, acompanhados pelas professoras Cristina Evangelista, Isabel Lopes (coordenadora do projeto), e Sílvia Zuzarte, tiveram a oportunidade de os acompanhar nesta visita.

Durante a manhã visitaram os Claustros do Mosteiro dos Jerónimos e a Torre de Belém. No período da tarde o Palácio da Pena acolheu os visitantes. As condições climatéricas adversas, com momentos de intensa precipitação, obrigaram a ligeiras alterações na proposta inicial, não tendo sido possível concretizar as visitas previstas ao Padrão dos Descobrimentos (Belém) e ao Castelo dos Mouros (Sintra).

A visita incluiu igualmente alguns momentos “doces”, quer em Belém, com a degustação dos famosos pastéis de Belém, quer em Sintra, junto ao Palácio da Vila, onde os mais gulosos se puderam deliciar com os típicos travesseiros.

Durante toda a visita os alunos conversaram de forma animada com todos os professores. O inglês foi o idioma que permitiu ficar a conhecer melhor os nossos convidados estrangeiros, bem como alguns aspetos das suas culturas.

É também importante referir que os alunos não tiveram qualquer despesa com esta atividade, pois todos os custos com transporte e entradas foram suportados pelo projeto.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Dia do Diploma na E. S. de Casquilhos

Com a presença da Vereadora Regina Janeiro

Tal como estipulado no calendário escolar para o ano letivo de 2012-2013, realizou-se no dia 28 de setembro a entrega dos diplomas aos alunos que no ano letivo anterior concluíram o Ensino Secundário ou o Curso de Educação e Formação.


A cerimónia de entrega dos diplomas realizou-se pelas 19h00 no Bar dos Alunos e contou com a presença da Vereadora Regina Janeiro (pelouro da educação na Câmara Municipal do Barreiro), que fez questão de agradecer o convite da Direção. Nas palavras da Vereadora, a ESC é a escola do Barreiro que revela a maior preocupação em comunicar e interagir com a comunidade, sendo exemplos disso as várias iniciativas que organiza há já vários anos, como a Festa do Chocolate, o Dia das Artes e o Colóquio dos Jovens Filósofos. Destacou ainda o esforço financeiro que a Escola fez para conseguir concretizar a entrega dos prémios de mérito e deu os parabéns a alunos, professores, pessoal auxiliar, pais e encarregados de educação por fazerem parte de um processo árduo que culminou nesta celebração.

Tal como explicou o professor Jorge Gonçalves, Diretor da ESC, este ano, a Escola decidiu aproveitar a ocasião para homenagear todos os seus alunos de mérito, oferecendo a cada um deles um Certificado de Mérito e um vale no valor de 25€ para aquisição de material escolar na Papelaria Universal. O professor Jorge Gonçalves fez questão de referir um Certificado de Mérito não é apenas um papel, é algo que mais tarde permitirá a cada um destes alunos recuperar gigabytes de informação, permitir-lhes-á recordar colegas e professores e partilhar as suas experiências de agora com as gerações de amanhã

Foram 35 os alunos contemplados:
Alunos do 3º ciclo com média igual ou superior a 4: Diogo Cabanas, Filomena Pinto, João Barata, Mariana Bolsa e Ricardo Rodrigues do 7º A; Beatriz Costa e André Martins do 8º A; Aida Lopes do 8º B; Maria Glória do 8º E; Daniela Silva, João França, Maria Duarte, Mihail Vasilache, Tiago Costa, Tiago de Jesus e Vanessa Galvão do 9º A; Ana Ribeiro do 9º C.
Alunos do secundário com média igual ou superior a 17: Lara Matos do 10º A; Catarina Viegas, Joana Veríssimo, Neusa Martins e Sara Brito do 10º B; Ana Cortinhal do 10º D; Alice Nunes, Daniela Silva, David Branco e Vanessa Duarte do 11º C; Diogo Evangelista, Eduardo Mendes e Rafael Moisés do 12º A; Miguel Ramalho e João Geraldes do 12º B; Diana Gonçalves, Margarida Jacinto e Sofia Marques do 12º E.

Foram ainda premiados os três melhores alunos do 12º ano dos Cursos Científico-humanísticos e o melhor aluno dos Cursos Profissionais:
Érica Costa (12º F) foi a melhor aluna dos Cursos Profissionais e recebeu um prémio no valor de 50€; Miguel Ramalho (12º B), com a média final de 18,7 valores, recebeu um prémio no valor de 50€; Eduardo Mendes (12º A), com a média final de 19 valores, recebeu um prémio no valor de 100€ e Diogo Evangelista (12º A), com a média final de 19,1 valores, recebeu um prémio no valor de 250€.

Infelizmente, nem todos puderam estar presentes para receber o seu diploma, mas pode ver aqui as fotos de todos aqueles que conseguiram comparecer nesta celebração e que estão publicadas no site da Escola.

Deixamos-lhe igualmente uma compilação de alguns momentos desta festa. Vale a pena dar uma espreitadela para sentir o entusiasmo que reinava no Bar dos alunos na passada sexta-feira.

Dia do Diploma - 1; Dia do Diploma – 2Dia do Diploma - 3Dia do Diploma – 4


Aproveitamos ainda esta ocasião para homenagear outro mérito, aquele mérito que ultrapassa notas e médias e que se revela na dedicação e na conduta dos nossos alunos no dia-a-dia.
Não podemos então deixar de referir também aqueles que se destacaram de forma muito positiva em atividades extracurriculares organizadas pela ESC no ano letivo de 2011/2012.



Pela sua participação de nível elevado no 6º Colóquio de Jovens Filósofos: André Almeida, Beatriz Alves, Cláudio Ferreira, Lara Matos e Telma Peixoto do 10º A; Inês Fernandes e Kateryna Chrevko do 11º A; Érica Martins do 11º B; Alice Nunes, Juliana Silva e Vanessa Duarte do 11º C; André Neves e Cristina Vieira do 11º E.

No âmbito do projeto Comenius, pela sua dedicação extraordinária na viagem a Sant’Agata Militello, na Sicília: Lara Matos e Erica Santos do 10º A e Rui Bravo do 10º C.

No âmbito do projeto Comenius, pela sua capacidade de trabalho e liderança na viagem a Córdoba: Maria Viana, Mariana Monteiro e Telma Peixoto do 10º A.

No âmbito do projeto Comenius, pelo seu empenho e participação meritória ao longo do ano: Ângela Nobre, Bárbara Leão, Bianca Ximenes, Catarina Ganhão, Cláudia Rodrigues, Constantino Gonçalves, Filipe Sardo, Homara Cabral, Joana Máximo, Mónica Santos, Nádia Martinho, Nuno Almeida, Patrícia Silva, Rui Catarino, Sandro Candeias e Vanessa Lopes, do 10º C, e todos os alunos do 10º A.

No Clube Positivo, foram eleitos pelos seus valores éticos: Bianca Jesus (7º A), Aladje Djombate (8º C), Guilherme Lopes, Rita Abalroado, Sara Brito (10º B), Bianca Ximenes, Homara Cabral (10º C) e Joana Pinto (10º D).


Os nossos mais sinceros parabéns a todos estes alunos e, claro, também aos seus Encarregados de Educação, por levarem mais alto o nome da Escola Secundária de Casquilhos.


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Também no Desporto Escolar a ESC dá que falar


Numa altura em que o sedentarismo é cada vez mais constante na nossa sociedade e afeta um número crescente de jovens, torna-se especialmente importante reconhecer o empenho de alunos e professores que participam no Programa do Desporto Escolar


Em 2011/2012, a Escola Secundária de Casquilhos ofereceu três modalidades no âmbito do Desporto Escolar (badminton misto, futsal masculino e feminino e andebol feminino) e participou também no Corta-mato distrital.

Pela sua dedicação ao desporto e à escola, e para os ajudar a manter o ânimo necessário para continuar, gostaríamos de destacar:  

A equipa masculina de Futsal, sob a responsabilidade do professor Rui Luiz, que obteve o 1º lugar no Campeonato Distrital de Juniores e na qual integraram os alunos Daniel Alves, Igor Furtado, Ivanildo Luz, Marco Moreira, Pascoal Gomes e Vítor Loureiro.

A equipa feminina de Futsal, sob a responsabilidade do professor Luís Nascimento, que obteve o 1º lugar no Campeonato Distrital de Juniores e que foi constituída pelas alunas Aldina Magalhães, Cristina Vieira, Daíana N’Hada, Erica Costa, Homara Cabral, Jaqueline Alexandre, Patrícia Salvador, Rosa Santos, Stefanie Lopes e Zetília Sebastião.

David Fortes, que obteve o 3º lugar na prova distrital de Corta-mato.

E ainda, os alunos João França, Mihail Vasilache e Tiago Jesus da equipa de Badminton a cargo da Professora Luzia Capelo, e as alunas Beatriz Alves, Diana Lopes, Irina Silva e Jaqueline Alexandre da equipa de Andebol dirigida pela professora Vanessa Melo.

sábado, 22 de setembro de 2012

Portugal representado pela ESC

no Intercâmbio Europeu de Jovens “Let’s think green creatively – Part III”



Financiado pela União Europeia, o programa “Youth in Action” (Juventude em Ação) é um programa abrangente destinado aos jovens. Promove a mobilidade dentro e fora das fronteiras da UE, a aprendizagem informal e o diálogo intercultural.
O programa tem como objetivo estimular o sentimento de cidadania europeia ativa, a solidariedade e a tolerância entre os jovens europeus, envolvendo-os na construção do futuro da União Europeia.

Neste âmbito, realizou-se em Trzebinia, na Polónia, entre 21 a 28 do passado mês de agosto, um intercâmbio de jovens promovido pela associação polaca “Uwolnij Marzenia” sob o tema “Let’s think green creatively” (Vamos pensar ecologicamente, com criatividade).

Neste intercâmbio, que decorreu no parque de campismo Zalew Chechlo e envolveu 29 jovens e 6 professores de 4 países (Estónia, Polónia, Portugal e Turquia), realizaram-se várias atividades relacionadas com ecologia destinadas a consciencializar os jovens do seu papel na proteção e sustentabilidade ambiental. O programa incluiu ainda atividades de cariz desportivo e cultural, entre as quais se pode destacar a caminhada pedestre nas montanhas Tatra, o desporto aventura em Kryspinów, a visita a Cracóvia e a visita guiada aos campos de concentração de Auschwitz e de Birkenau, que deixou todos os participantes bastante emocionados.

Portugal esteve, mais uma vez, representado pela Escola Secundária de Casquilhos, com a presença da professora Cristina Ramalho e 6 alunos (as turmas referidas são as do ano letivo passado): Catarina Ganhão e Vanessa Lopes do 10º C, Lara Matos, João Rendeiro e Miguel Gonçalves do 10º A e João França do 9º A.
 
Para além de algumas fotografias bem representativas, deixamos-vos a ligação do vídeo dos melhores momentos elaborado pela aluna Lara Matos: Youth In Action Project: "Let's Think Green Creatively - Part III" - Poland 2012

O convívio e a interação entre estes 29 jovens, de países de diferentes línguas, culturas e religiões, permitiu-lhes partilharem experiências e pontos de vista, aprendendo, uns com os outros, um pouco mais sobre as diversas realidades sociais e culturais enquanto reforçavam o seu sentimento de pertença à União Europeia.

Todos os participantes receberam um certificado “Youthpass” (Passe Jovem) no final do encontro. Através deste certificado, a Comissão Europeia valida a participação no Programa Juventude em Ação, reconhecendo-a como uma experiência educativa de aprendizagem informal, em que os jovens adquirem competências e aptidões que podem ser úteis na sua vida futura.

Será, com certeza, uma mais-valia no currículo destes jovens!